terça-feira, maio 12, 2009

Cantique de Jean Racine Op.11


Discover Faure!


A propósito do aniversário de Fauré, fomos descobrir esta gravação antiga do Cantique de Jean Racine, cantada pelo CCS dirigido por Raul Avelãs e com Rodrigo Gomes no orgão.

Jean Racine foi um dramaturgo, matemático e historiador francês que viveu no Século XVII.O texto desta peça, é uma paráfrase de Racine do Hino Consors paterni luminis.

Cantique de Jean Racine

Verbe, égal au Très-Haut, notre unique espérance,
Jour éternel de la terre et des cieux;
De la paisible nuit nous rompons le silence,
Divin Sauveur, jette sur nous les yeux!

Répands sur nous le feu de ta grâce puissante,
Que tout l'enfer fuie au son de ta voix;
Dissipe le sommeil d'une âme languissante,
Qui la conduit à l'oubli de tes lois!

O Christ, sois favorable à ce peuple fidèle
Pour te bénir maintenant rassemblé.
Reçois les chants qu'il offre à ta gloire immortelle,
Et de tes dons qu'il retourne comblé!

6 comentários:

Silvia disse...

Que bonito, deve causar-vos muita nostalgia ouvir as gravações antigas, quando éramos um coro mais... digamos, completo. Sem qualquer menosprezo pelo que somos agora.

Ana Cláudia disse...

Ah! E eu a pensar que ías comentar a nossa pronúncia! ;))

Silvia disse...

A vossa pronúncia está do melhor, aliás, como sempre!

ap disse...

Ai que giro: o coro misto do CRCB também cantou esta obra. Que saudades... Vou procurar uma gravação. Volto já :D

Ana Cláudia disse...

Não sejas modesta, sabes bem como melhorou consideravelmente desde que usamos os teus inestimáveis serviços! Ainda não me habituei bem foi às boquinhas..
..sant..
..sant..
languissant..

:)

Ana Cláudia disse...

Armanda, queremos ouvir!!