sexta-feira, junho 18, 2010

José Saramago (1922-2010)


Quando Joana Carda riscou o chão com a vara de negrilho, todos os cães de Cerbère começaram a ladrar, lançando em pânico e terror os habitantes, pois desde os tempos mais antigos se acreditava que, ladrando ali animais caninos que sempre tinham sido mudos, estaria o mundo universal próximo de extinguir-se.



Assim começa Jangada de Pedra, um dos meus favoritos de Saramago.
Desafio-vos a indicarem o vosso...

5 comentários:

As Estações do Ano disse...

Não consigo responder a este desafio. Talvez, ainda, não tenha descoberto a beleza da sua escrita. José Saramago morreu. Ficaram os seus livros, as suas palavras; a lembrança, na nossa memória, da sua personalidade forte, polémica e solidária. Também me senti triste.

Helena disse...

O único livro dele que gostei mesmo muito, foi o Memorial do Convento, apesar de ter lido outros e de também ter gostado da Jangada. Gostei por se tratarem de histórias absolutamente fantásticas e que dão que pensar. Mas devo dizer que não gostava da sua escrita (por muito original que fosse), o que condicionava minha apreciação pelos livros,nem tinha simpatia pela pessoa que, meramente conhecia da TV. Parecia-me uma pessoa fria e amarga, embora muitos digam que não era nada assim. Obviamente que lamento a sua morte.

Raul Avelãs disse...

O Memorial do Convento, O Evangelho, O Ano da Morte de Ricardo Reis, Levantado do Chão, Ensaio sobre a Cegueira... Temos mesmo que escolher só um? Como disse ontem o Fernando Meireles, que realizou o filme baseado no Ensaio sobre a Cegueira, "o mundo ficou ainda mais burro e cego" com a morte de Saramago.

ap disse...

Até me sinto envergonhada, mas devo confessar que apenas li o Ensaio sobre a cegueira. Apesar de ter gostado imenso, considerei-me impreparada para novos rounds do género. Vi o filme depois, mas há uns anos quando li o livro, ainda o considerei mais brutal que a versão cinematográfica. Já sei que para mudar esta ideia terei mesmo de ler outro. Qual me aconselham?

Anónimo disse...

Bem, Armanda, tb não li todos os livros dele(ainda), mas a Jangada de Pedra é certamente um dos meus favoritos, é duma imaginação prodigiosa e imenso sentido de humor. O Memorial do Convento tb é genial (em minha opinião). O difícil é passar as primeiras páginas, quando se entranha vai tudo a eito! E claro, o livro da grande polémica, o Evangelho Segundo Jeses Cristo. Um assombro...
Tb gostei muito do Ensaio sobre a Cegueira, mas esse já leste...
Depois conta!
Ana Cláudia