quinta-feira, abril 23, 2009

Setúbal no seu melhor



Ora aí está, o filme sobre Che, esse famoso revolucionário Aregentino. Ainda não tive oportunidade de visitar esse belo país que é a Aregentina. Tenho uma amiga, que tendo nascido em Portugal, viveu durante vários anos na Aregentina. Também tive uma colega Aregentina na Faculdade, mas era só de nome.

Também não é grave, isto é só no Auditório Municipal Charlot, na cidade de Setúbal.
Cara AP, acho a "ultrapassámos", não?... Acredite, é com desgosto e não com júbilo que o constato...

6 comentários:

Silvia disse...

E ninguém vê aquilo e corrige?

Ana Cláudia disse...

Quando lá passei a bilheteira estava fechada (eram oito da manhã). Mas se amanhã ainda lá estiver, vou lá perguntar se ainda ninguém deu por nada.Tb estou a pensar enviar por mail para a CMS...

Raul Avelãs disse...

Ah, a Aregentina!... Esse belo país! Terra das Pamepas, do Tanego de Piazzola e Gardele, da Mafaleda do Quino, do futebole do Maradona. Donte cry fore me Aregentina!!!

Raul Avelãs disse...

Num distinto Liceu da nossa cidade, agora chamado Escola Secundária de Bocage, estava afixada na entrada uma faixa a assinalar o "50º Aniversário do Edificio". Claro que so falta o acento, mas isto numa escola publica, que devia ser a primeira a dar o exemplo, parece-me grave, ainda mais porque chamei a atencao para o facto e ninguem se deu ao trabalho de ir la pintar o dito acento.

ap disse...

De facto, esta é de bradar aos céus!!! Incrível!

Raul Avelãs disse...

A bem da verdade, ontem já o erro estava corrigido.